O Impacto do Branding para pequenas e microempresas

Índice de conteúdo

O Impacto do Branding para pequenas e microempresas

 

Um conceito de marca forte e uma proposta de valor autêntica não são conceitos limitados às grandes empresas, contratantes de grandes consultorias de Branding. Pequenas e microempresas podem, sim, criar um Branding poderoso para sua marca, mesmo que em menor escala.

Assim, neste artigo apresentaremos aos empreendedores como aplicar ferramentas práticas de Branding em um método passo a passo para construir o posicionamento e a proposta de valor em micro e pequenas empresas.

Primeiramente, Branding se mostra um processo amplo e complexo, mas não precisa ser.

Isto é, existem caminhos simplificados e objetivos que podem ser aplicados em pequenas empresas e, mesmo que não possuam todo o potencial de investimento de tempo e dinheiro para um longo ou complexo projeto de Branding, ainda assim, precisam começar a construir sua marca.

Desse modo, um projeto básico de Branding é o ponto de partida para ajudar uma empresa a crescer; contudo, esse mesmo projeto básico pode ser gradualmente aprofundado e aperfeiçoado na medida em que a empresa cresce e se desenvolve.

Por isso, recomendo a leitura deste guia, no qual explicaremos o que é Branding e como ser bem-sucedido na construção de sua marca.

 

O que é uma marca e qual o seu valor?

Em suma, uma marca é um conjunto de sentimentos e experiências que o seu consumidor teve e criou de sua empresa; um processo individual, no qual cada pessoa entende sua marca de maneira distinta. Dessa forma, contextos sociais, culturais e econômicos influenciam muito nesse relacionamento, fazendo com que o seu significado vá além da simples disposição de logotipos, slogans ou campanhas específicas.

Assim, o processo de Branding não é construído da noite para o dia. Geralmente, as empresas investem por anos em suas marcas ao trabalharem fortemente com o Branding e, como resultado de todo esse esforço, segundo a Forbes, uma estratégia de Branding consistente aumenta a receita em pelo menos 23%!

 

O que é Branding?

A princípio, Branding é o processo de gerir uma marca e tudo o que isso engloba; é planejar, estruturar, gerir e promover uma marca.

 

Branding é:

  • Garantir a motivação dos seus colaboradores;
  • Cuidar de sua imagem e reputação;
  • Adaptar seu posicionamento a determinados mercados e contextos;
  • Trazer mais visibilidade para sua empresa.

Branding é um tipo de gestão empresarial, assim como o Marketing. Com efeito, é uma escolha feita por empresas que querem construir legados.

 

O processo de Branding funciona como um funil, onde o principal objetivo é tornar os Stakeholders promotores da marca:

  • Visibilidade – processo de descoberta de uma marca;
  • Percepção – consumidor tem experiências/percepções efetivas com sua marca;
  • Consideração – consumidor considera a marca em decisões de compra;
  • Conversão – momento da ação, geralmente de compra;
  • Lealdade – processo de fidelização de clientes, seguidores e fãs da marca;
  • Promotor – Stakeholders agem de forma proativa para divulgar/defender sua marca.

 

Tenho uma pequena ou microempresa, preciso mesmo de Branding?

Se você ainda questiona a importância do Branding para pequenas e microempresas, é hora de repensar seu ponto de vista.

A saber, quando o vínculo entre o consumidor e sua marca é percebido, o cliente se sente atendido em seus problemas e interesses. Isto é, 65% deles pensam algo como: “puxa, a marca se preocupa com pessoas como eu”.

Sendo assim, quem você acha que ele irá procurar quando uma necessidade de consumo surgir?

Ademais, mesmo se o seu perfil de negócio for B2B (Business-to-Business), ou seja, voltado à prestação de serviços ou vendas para outras empresas, a importância desse trabalho não diminui – pelo contrário, pois 77% dos líderes de marketing B2B afirmam que a marca é fundamental para o crescimento do negócio.

O recado é claro: quer seja para conectar-se ao público e crescer no mercado, quer seja para vender mais e atrair investimentos para o seu negócio, ele precisa de uma marca forte. Ele precisa de Branding.

 

O que é uma identidade de marca?

Em síntese, uma identidade de marca é um conjunto de elementos que ajudam a comunicar quem sua marca representa. Assim, geralmente uma identidade é composta de: nome; logotipo; cores; ícones e símbolos; slogan.

Conforme dados da Forbes, visto que o tempo necessário para um indivíduo formar uma impressão da sua marca é de apenas 10 segundos, conclui-se que uma identidade de marca forte o ajudará a ser rapidamente reconhecido em vários contextos.

Portanto, gerir marcas envolve:

  • Adaptar seu posicionamento a oportunidades do mercado;
  • Gerenciar processos;
  • Garantir a comunicação efetiva de sua marca para com os Stakeholders;
  • Avaliar como sua marca é percebida e traçar planos para potencializar sua imagem.

 

Como fazer um processo de Branding para micro e pequenas empresas?

Desse modo, por onde começar a fazer Branding no seu negócio? Se você se sente um pouco perdido, não se preocupe, pois esse sentimento é natural; porém, entenda desde já que nenhuma marca se torna forte e viva junto ao seu público sem estratégias.

 

1.    Construção da marca

De fato, a construção ou reformulação da marca é uma estratégia obrigatória e precisa ser a primeira. Significa que tudo o que vem depois apenas funcionará bem se você se dedicar a esse passo inicial, que reúne tudo aquilo que a marca precisa ter para se lançar no mercado.

Agora, o que você verá são os elementos através dos quais a marca irá se comunicar com o público interno e externo. Confira.

 

Identidade Visual

  • Cores: destacam a marca e permitem a ela transmitir sensações e criar associações positivas com o público, sendo capaz de qualificar o relacionamento em até 80%;
  • Logo: elemento gráfico que representa a marca e estabelece um reconhecimento imediato, sendo empregado em comunicações eletrônicas e materiais impressos;
  • Tipografia: a escolha da fonte cumpre os mesmos objetivos de identificação do público e de sua percepção em relação à marca;
  • Manual da marca: guia que resume cores, fontes e formas de aplicação do logo permitidas em situações variadas.

 

Confira o artigo em que falamos sobre Identidade Visual para pequenas empresas: por que devo investir?

 

Posicionamento

  • Valores: indicam o que é importante para a marca, sendo, através deles, que ela espera se conectar com o público;
  • Tom de voz: define a maneira de se dirigir às pessoas, se mais formal ou descontraída, por exemplo;
  • Linguagem: estabelece e adota palavras e expressões cujo objetivo é ampliar a sensação de identificação do público;
  • Canais: reconhece e prioriza os canais de comunicação que melhor representam a personalidade da marca;
  • Conteúdo: assim como os canais, a escolha da mensagem transmitida neles deve atender aos valores e à personalidade da marca.

 

2.    Branding Interno

Em segundo lugar, investir no Branding Interno é uma forma de criar laços em comum entre os valores da empresa e sua equipe, de modo a transmitir ao público a melhor imagem e desempenho de seu grupo.

Dessa maneira, o Branding Interno caracteriza-se no alocamento de sua marca internamente, ou seja, para com seus funcionários.

Ao deixar claro a missão, a visão, os valores e o posicionamento da empresa, você atrairá pessoas que se identificam com sua marca para integrar a equipe e, ao se identificarem, se tornarão promotores da marca.

Com isso, serão desenvolvidos “advogados de sua marca”, profissionais que defendem a empresa e realizam suas melhores performances, o que refletirá no atendimento ao cliente, bem como em outras áreas de seu negócio.

 

3.    Estar presente nas redes sociais

É provável que você já tenha notado a importância de possuir uma presença on-line nas redes sociais. A fim de divulgar sua marca e conquistar novos Leads, utilizar a interação através das redes será uma das maneiras mais eficazes.

Isto é, estar presente nas redes sociais permite:

  • O relacionamento de sua marca com o consumidor através de uma forma mais amigável, ao invés das propagandas forçadas;
  • Compreender melhor o comportamento de seu público, bem como o que buscam e a linguagem utilizada por eles;
  • Aumentar a sua visibilidade, pois seu engajamento on-line chegará a pessoas que, antes, não conheciam sua empresa.

No entanto, qual rede social criar para sua marca? Há diferentes alternativas, cada uma com seu próprio mecanismo e público, por isso, recomenda-se elaborar uma estratégia após uma análise da persona de seu negócio.

Só para ilustrar, você encontrará Redes Sociais de:

  • Relacionamento: como o Facebook, o Instagram e o Twitter;
  • Entretenimento: como o YouTube;
  • Profissionais: como o LinkedIn.

Conforme citado, vale a pena realizar uma pesquisa antes de criar uma conta em cada rede social, assim, você estará direcionando seu investimento na opção que realmente trará retorno.

Confira nosso artigo sobre Como criar uma estratégia de Marketing nas redes sociais.

 

4.    Definir e comunicar os valores da marca

Neste tópico, se você ainda o não fez, está na hora de pegar a caneta e o papel e responder às seguintes perguntas:

  • A quem o seu produto se destina?
  • O que o seu produto resolverá ao cliente? Por que ele deveria comprá-lo?
  • Qual o seu diferencial em comparação à concorrência? O que você oferece que os outros não?

Tenha bem definido o propósito que o trouxe até aqui e direcione os seus valores de forma consistente à postura de sua marca. Após bem traçados os seus objetivos, fica mais fácil transmitir isso através de sua identidade visual, de seu atendimento ao cliente, interações e campanhas desenvolvidas.

Isto é, o Branding de sua marca será o elo até o seu público, através da transmissão exata de como você quer que vejam o seu negócio.

 

5.    Terceirização do Marketing Digital

Sabe-se que muitas micro e pequenas empresas não possuem o orçamento suficiente para investir em um setor interno de Marketing, bem como com os custos com profissionais em regime CLT, aluguel de escritório, aparelhos de computação etc., por isso, terceirizar esse processo pode ser bem útil para você, pequeno empreendedor.

Há alternativas no mercado de Marketing Digital que oferecem soluções que ajudarão a sua marca a atingir todo o seu potencial por um custo-benefício bem mais acessível. A Sagitta Digital, por exemplo, é uma empresa multidisciplinar, que oferece diversos serviços e pode ajudá-lo a alcançar suas metas através do que você necessita.

Caso tenha ficado com alguma dúvida, não deixe de entrar em contato com nossa equipe através das redes sociais ou do telefone (11) 94203-8803.

 

Acompanhe-nos no Instagram LinkedIn!

Esta gostando do conteúdo? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no linkedin

Pronto para criar uma estratégia personalizada para alcançar as metas do seu negócio?

Conte-nos mais sobre sua empresa e seus objetivos de negócio que nós o ajudaremos a traçar a estratégia ideal para alcançá-los.

Inbound Marketing