5 dicas de identidade visual para as redes sociais

Índice de conteúdo

As redes sociais são o espaço onde as marcas e as pessoas desejam ver e ser vistas. É um lugar em que é possível estabelecer uma comunidade de fãs de sua marca e tornar-se referência no mercado. Tudo isso pode ser feito por meio de uma boa identidade visual.

A padronização e a consistência são as características que formam o estilo da marca nas redes sociais. E o poder disso é gigantesco para uma empresa construir sua imagem. Isso pode ser determinante no sentido de como as pessoas veem a sua marca.

Se você quer entender como ter uma identidade visual nas redes sociais, continue lendo este post.

identidade visual nas redes sociais

O que é e por que é importante a identidade visual nas redes sociais?

A identidade visual nas redes sociais é a referência de como sua marca de clínicas de emagrecimento, por exemplo, aparece. Ela age nas principais plataformas de interação e mídias digitais.

O que as pessoas pensam quando ouvem seu nome, o que dizem aos outros sobre sua marca e como você os faz sentir?

Essas perguntas são muito importantes e tem tudo a ver como a sua marca se apresenta visualmente e se porta nos meios online.

É importante observar que o que estamos falando aqui não é o mesmo que sua estratégia de marketing nas redes sociais

Sua estratégia consistirá em mais informações macro, genéricas, e como, com que frequência você publica para alcançar seus objetivos.

Já a identidade visual é uma das principais armas dessa estratégia, que detalha como essas ações de marketing devem ser representadas e transmitidas de acordo com os valores da marca.

É como uma montagem de stands, em que é preciso seguir processos que norteiam primeiro e depois se presta atenção nos detalhes.

Por exemplo, sua estratégia de mídia social pode detalhar o tipo de conteúdo que você planeja publicar, enquanto sua identidade visual explicaria como o conteúdo deve ficar quando for compartilhado. 

Em resumo, a estratégia olha para o conteúdo em si de forma geral e a identidade visual é a forma com que isso será apresentado ao público.

O tom e a aparência de cada tuíte, postagem no Facebook ou legenda do Instagram devem estar alinhados com a marca que você trabalhou tanto para criar.

Receba dicas e materiais exclusivos!

Também não gostamos de SPAM e prometemos manter o teu endereço de e-mail seguro.

Ao informar meus dados, eu concordo com a Política de Privacidade e com os Termos de Uso.

Quando as marcas fogem de seu estilo e erram o seu próprio padrão é possível que isso gere problemas. 

Os usuários, nesse caso, podem encontrar discursos contraditórios, visões muito distintas da própria marca, objetivos que não estavam alinhados, entre outros. 

Ao passo que uma identidade visual bem feita é uma forma de se conectar com os usuários, gerando sinergias que resultam em mais leads, compras e mais clientes.

Veja alguns benefícios de priorizar esse tipo de estratégia:

  • Dá credibilidade à marca;
  • Previne despadronização que pode gerar polêmica;
  • Gera um engajamento único aos produtos da sua empresa;
  • Facilita o alinhamento entre funcionários, clientes e stakeholders.

Agora que você já sabe o básico de identidade visual para redes sociais, a próxima etapa é saber como fazer isso. Separamos cinco dicas essenciais a seguir; confira:

 

1. Diretrizes visuais

Como a maioria das redes sociais é altamente visual, sua identidade deve definir parâmetros e padrões para todas as imagens que você compartilha e estão associadas ao seu perfil.

Exemplos disso são as fotos, GIFs, gráficos, vídeos compartilhados, imagens de perfil, fotos de capa e gráficos de cabeçalho.

Se você já olhou para o feed do Instagram de uma empresa e percebeu que parece temático ou muito bem estruturado, geralmente é porque foi planejado. É disso que estamos falando aqui. 

Uma marca de moda que vende moleskine capa mole, por exemplo, pode definir que todo o primeiro quadrante em seu perfil no Instagram será um modelo de bloco de notas e de cor diferentes. Esse é um bom exemplo de padronização visual.

É preciso olhar para todos esses elementos e pensar como uma unidade e uma forma de passar a sua mensagem por meio de uma identidade visual estabelecida e bem definida.

Na sua identidade visual, você deve monitorar os seguintes elementos:

  • Cores da marca;
  • Fontes para textos e gráficos;
  • Combinações de cores aceitáveis definidas em uma paleta;
  • Fotos institucionais e dos membros da equipe;
  • Logo da marca e de projetos.

A equipe de design e criação de sua empresa ou sua agência, se você trabalha com uma terceirizada, pode já ter delineado a maior parte disso no estilo geral de sua marca em seu website, do próprio notebook para escritório.

No entanto, certas campanhas exigem personalização para as redes sociais especificamente.

Uma maneira conveniente de garantir que as imagens que sua equipe compartilha estejam alinhadas com sua identidade visual é criar uma pasta compartilhável na nuvem, com todos que fazem esse trabalho na empresa, para mostrar as referências.

Esse tipo de armazenamento remoto é particularmente útil para empresas com funcionários espalhados por várias cidades ou países. 

Em vez de ter que armazenar seus ativos visuais separadamente, como se fosse em envelopes pequenos, os membros da equipe podem ir direto para essa biblioteca virtual.

Leia também: Vídeo institucional animado para empresas.

2. Fique atento a todos os seus perfis

Vamos começar com o básico. A primeira coisa que suas diretrizes de identidade visual devem definir são todos os perfis que você possui e avaliar se vale a pena criar outros perfis em outras redes. 

Certifique-se de incluir sua marca em vários perfis, não apenas nos principais, como Facebook, Twitter e Instagram. 

Portanto, se sua marca está no Tik Tok, Pinterest, Clubhouse, entre outras, adicione as mesmas características visuais contidas nos seus perfis mais famosos. 

Isso mostra unidade e muito profissionalismo, assim como um grande keynote de um evento faz em suas apresentações em sala para palestra.

 

3. Voz e tom da marca devem estar alinhados com identidade

A voz de sua marca nas redes sociais é um dos elementos mais eficazes para distinguir você de seus concorrentes e construir um ambiente familiar e mais próximo em relação aos seus clientes.

Lembre-se de novo, estampando a importância disso em um painel de LED outdoor: a padronização é essencial nesse quesito. 

Por exemplo, se você é engraçado e bem-humorado no Facebook, mas todos os seus vídeos do YouTube são sérios e diretos, há alguma coisa errada com sua identidade visual.

Sua marca deve ter uma voz uníssona que mostre quem você é, sendo preciso sempre se adaptar.

Por exemplo, seu público do LinkedIn estará em busca de um tom mais profissional, mas seu conteúdo e a forma como você se apresenta ainda deve se parecer com você. A chave é encontrar um equilíbrio.

Mas, como definir isso? Se sua marca fosse uma pessoa real, como ela seria? Crie personas para entender que tipo de personalidade sua marca tem. 

Depois de definir a voz de sua marca, anote-a para obter clareza em sua identidade visual. 

A chave é ser o mais descritivo possível para entender como a forma que você se apresenta, em conjunto com o seu discurso, para os seus usuários.

Não importa quem esteja vendo seus conteúdos ou se foi por meio de um banner para academia, esta pessoa deve ser capaz de captar a voz de sua marca com facilidade por meio dos seus conteúdos e da identidade visual.

4. Layout de postagens

Algumas marcas gostam de usar um formato específico para compartilhar links, atualizações de status ou outros tipos de postagens. 

Por exemplo, os tweets podem seguir um formato de título, pequeno texto, link e hashtag ou sua marca pode escolher listar todas as suas hashtags no primeiro comentário de uma postagem do Instagram, em vez de colocar na legenda. 

Pode parecer simples, mas isso é fundamental para se ter uma unidade em sua identidade visual nas redes sociais.

E com a grande quantidade de postagens que as marcas têm feito, ter um layout de postagem predefinido facilita para sua equipe de marketing saber o que deve ser feito e seguido, até para uma vez ou outra sair um pouco da caixa. 

É como um parâmetro e boas práticas visuais que favorecem a experiência do cliente.

 

5. Não esqueça dos direitos autorais da imagem

Imagens e redes sociais são praticamente irmãs. Andam lado a lado o tempo inteiro. 

Por isso, a obtenção de imagens deve ter um cuidado especial quando se trata de direitos autorais. É importante porque existem sérias consequências para o uso indevido.

Quando for necessário, certifique-se de dar crédito a quem merece. Isso também acontece se você deseja compartilhar ou retuítar conteúdos gerados por terceiros.

Caso isso não seja feito de forma apropriada, pode rolar um processo contra sua empresa por usar imagens sem a devida autorização.

Portanto, certifique-se de onde você está buscando essas imagens e se você está dando os créditos. 

Uma boa forma de driblar isso é contratar serviços de estoques de imagens ou usar sites que disponibilizam gratuitamente fotos públicas, que não precisam ser pagas, por exemplo.

 

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Esta gostando do conteúdo? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no linkedin

Pronto para criar uma estratégia personalizada para alcançar as metas do seu negócio?

Conte-nos mais sobre sua empresa e seus objetivos de negócio que nós o ajudaremos a traçar a estratégia ideal para alcançá-los.

Inbound Marketing